Fundação Cidade das Artes

Destaques da Programação

vanessa j williams inusitado

Música

26/09

Guiada por sua curiosidade natural a pianista Vanessa Wagner gosta de viajar através do vasto repertório de seu instrumento, a partir de obras escritas para composições do nosso tempo, nomeadamente as de Pascal Dusapin, que dedicou várias peças a ela como sua pianista favorita   Com seu toque sensível e inteligente, sua personalidade discreta e sua eclética e politicamente comprometida escolhas artísticas ela é uma música notável...

Música

07/09

Sob a regência do Maestro Roberto Minczuk, a orquestra interpreta alguns dos maiores sucessos do compositor norte-americano, indicado dezenas de vezes ao Oscar de melhor trilha sonora O programa destaca a frutífera parceria de Williams com George Lucas e Steven Spielberg em filmes como Guerra nas Estrelas, E...

Música

09/09 e 10/09

Fernanda Montenegro é a convidada de André Midani para o próximo espetáculo do projeto Inusitado, na Cidade das Artes  Fernanda  estará cercada de amigos da Estação Primeira de Mangueira, acompanhada de Nelson Sargento - convidado especial - e dos bambas da escola...

Eventos Recentes

frida Projeto Interlocuções: literatura e psicanálise 05/09 Arte e Educação Marli Bastos irá discutir o tema da sublimação, que é um conceito psicanalítico, através da vida e da obra de Frida Kahlo. As obras imaginárias da sublimação são capazes de produzir dois efeitos fundamentais no espectador: elas o deslumbram por seu fascínio e suscitam nele o mesmo estado de paixão e de desejo suspenso que levou o artista a engendrar sua obra.  [+] saiba mais osb OSB - Série Cidade das Artes - Teatro de Câmara 06/09 Música Para os amantes da música de câmara, a Cidade das Artes e a OSB oferecem no Teatro de Câmara, a partir de maio, os músicos da orquestra reunidos em diferentes conjuntos. Em sete exibições, todas aos sábados, os músicos experimentam repertórios e apresentam novidades. [+] saiba mais ilana Contação de histórias com Ilana Pogrebinschi 06/09 Arte e Educação Ilana Pogrebinschi narra histórias brasileiras e uma chinesa que nos preparam para a chegada da primavera!  Contos de flores de todas as cores são entremeados por cantos folclóricos tocados ao violão e flauta transversa.  A contadora ainda utiliza bonecos que vão sendo revelados durante as narrativas. O público é chamado para participar da última história onde utiliza adereços como coroas de princesa e rei para fazerem os personagens. [+] saiba mais j williams Concerto OSB - Tributo a John Williams 07/09 Música Sob a regência do Maestro Roberto Minczuk, a orquestra interpreta alguns dos maiores sucessos do compositor norte-americano, indicado dezenas de vezes ao Oscar de melhor trilha sonora. O programa destaca a frutífera parceria de Williams com George Lucas e Steven Spielberg em filmes como Guerra nas Estrelas, E.T. O Extraterrestre, Indiana Jones e A Lista de Schindler. [+] saiba mais inusitado INUSITADO | ESTAÇÃO PRIMEIRA DE MANGUEIRA | FERNANDA MONTENEGRO 09/09 e 10/09 Música Fernanda Montenegro é a convidada de André Midani para o próximo espetáculo do projeto Inusitado, na Cidade das Artes. Fernanda  estará cercada de amigos da Estação Primeira de Mangueira, acompanhada de Nelson Sargento - convidado especial - e dos bambas da escola. A grande atriz visitará sambas consagrados em uma leitura musicada . O repertório vai celebrar grandes compositores da verde e rosa, como Nelson Cavaquinho, Cartola e o próprio Nelson Sargento, atual presidente de honra da agremiação. [+] saiba mais flizo FLIZO - Festa Literária da Zona Oeste 13/09 e 14/09 Arte e Educação Vem aí a segunda edição da Festa Literária da Zona Oeste (FLIZO), que nasceu em 2013 como resultado de um sonho – valorizar o potencial criativo da região mais populosa do Rio de Janeiro – e já despontou como um evento importante para a literatura brasileira. Entre 23 de agosto e 2 de novembro, a Flizo vai descortinar uma série de ações, como concursos, palestras, oficinas e homenagens aos escritores Paulo Lins e Carolina Maria de Jesus. As atividades serão realizadas na Cidade das Artes, na Arena Carioca Chacrinha, no Teatro SESI Jacarepaguá, no Educandário Santo Expedito e em três escolas públicas de Bangu.   “A FLIZO aposta na fertilidade encantadora da leitura para regar um projeto maior de desenvolvimento intelectual na região. Acreditamos que a população da Zona Oeste precisa, além de consumir, produzir cultura, e queremos oferecer esse espaço para a transformação do panorama cultural da cidade”, diz Binho Cultura, criador da Festa Literária.  Neste ano, a Festa Literária seguirá com o seu caráter multidiverso, itinerante e agregador, entrelaçando literatura, identidade local e expressões artísticas. A proposta desta edição está focada na versatilidade das letras, trazendo roteiristas, dramaturgos e compositores musicais.   Concurso literário para abrir a FLIZO Investindo na procura pelos talentos da Zona Oeste, a FLIZO 2014 lançará também um Concurso Literário, com inscrições abertas de 23 de agosto a 20 de setembro, através do site oficial da Festa (www.flizo.org). Com categorias específicas, a iniciativa abrirá espaço para que se produza conteúdo sobre a região e, a partir dela, se trace um novo olhar para a história do Rio de Janeiro. O concurso pretende produzir uma cartografia literária e criativa dos bairros da região, já que todos os textos devem ter a Zona Oeste como tema, ambiente ou principal inspiração.   Paulo Lins e Carolina Maria de Jesus, os homenageados O homenageado desta edição será o escritor Paulo Lins, responsável pelo livro “Cidade de Deus”, que inspirou o premiado filme de Fernando Meirelles, indicado a quatro Oscars. Autor de livros e poeta, Paulo também trabalha como roteirista e dá luz à criação literária por trás das câmeras. Para celebrar sua trajetória artística, a FLIZO fará uma exposição retrospectiva, além de uma mesa de debates sobre sua vida e obra, a ser realizada no dia 13 de setembro, às 15h, na Cidade das Artes.   E para celebrar os 100 anos de nascimento da poetisa e escritora Carolina Maria de Jesus (1914-1977), sua vida e obra serão revisitadas. Carolina era catadora de papel e escreveu diários, contando sobre os locais em que vivia e as pessoas ao seu redor. O livro “Quarto de despejo”, organizado por Audálio Dantas, foi publicado em 1960. [+] saiba mais mobilidade Mobilidade Sonora - ORQUESTRA PROJETO SOM + EU 16/09 Arte e Educação Uma grande homenagem ao compositor Dorival Caymmi com música, capoeira e muita brincadeira falando sobre a vida e obra do artista.   Mobilidade Sonora é um projeto sócio cultural, que tem por objetivo mobilizar plateias, contribuir para a formação de jovens profissionais, preservar a memória da música brasileira e internacional através de incentivos que possibilitem o surgimento de novos talentos. Realizado com sucesso desde 2011, o projeto Mobilidade Sonora expande a música através de concertos gratuitos abertos em praças públicas e teatros populares e outros concertos didáticos voltados para jovens alunos da rede pública de ensino. Esses jovens são transportados para grandes teatros onde participam de um bate-papo musical que promove a troca de saberes entres os jovens músicos e maestros de projetos sociais diversos. Em 3 edições o projeto já envolveu aproximadamente 22.000 (vinte e dois mil) jovens em seus concertos didáticos, 560 mil (quinhentos e sessenta mil) pessoas em seus concertos abertos e mais de 3 milhões de pessoas nas mídias digitais. [+] saiba mais osb OSB - Série Cidade das Artes III 20/09 Música Realizada na Grande Sala, a “Série Cidade das Artes” da Orquestra Sinfônica Brasileira oferece grandes concertos com convidados renomados no circuito sinfônico internacional. Entre as atrações destacam-se o concerto com o maestro Claus Peter Flor; e a estreia brasileira do regente e flautista James Galway. Confira as outras atrações no site www.osb.com.br .  [+] saiba mais rebeca Histórias Pintadas - Contação de Histórias com Rebeca Queiroz 20/09 Arte e Educação Em "Histórias Pintadas", a atriz Rebeca Queiroz apresenta  contos populares brasileiros recolhidos pelo folclorista Luís da Câmara Cascudo, utilizando-se de suas próprias pinturas e interpretando lindas cantigas.  [+] saiba mais vadym Medalhas de Ouro do Piano - Vadym Kholodenko 21/09 Música A série MEDALHAS DE OURO DO PIANO apresenta em 2014, na Cidade das Artes, três extraordinários jovens pianistas vencedores dos concursos internacionais de piano de maior prestígio no mundo. [+] saiba mais semana internacional III Semana Internacional de Música de Câmara 17/09 a 24/09 Música Criada com o objetivo de alargar os domínios da prática da música de câmara não apenas no Estado, mas em todo o país, a Semana Internacional de Música de Câmara do Rio de Janeiro - único festival de sua categoria no Brasil - chega a sua terceira edição. Agendado entre os dias 17 e 24 de setembro, o evento promove encontros entre renomados solistas brasileiros, jovens promissores e representantes internacionais na Cidade das Artes, na Barra, no Centro Cultural Light, no Centro, na Arena Dicró, na Penha, e no SESI Caxias, em Duque de Caxias. Também chamado de Rio Music Week, o festival deste ano tem como um dos destaques a participação do contrabaixista venezuelano Edicson Ruiz, conhecido como músico mais jovem a ingressar na Filarmônica de Berlim. Além da estreia carioca do jovem músico, também chama a atenção a presença do quarteto americano de cordas Arianna String Quartet como residente do projeto. Completam a experiência camerística: os clarinetistas Mariano Rey, da Argentina e Juan A. Ferrer, da Espanha, a pianista venezuelana Geraldina Mendez, a premiada pianista croata Martina Filjak, o virtuoso violinista inglês Daniel Rowland e a violista japonesa Tomoko Akasaka (favorita nos principais festivais europeus, ela faz a sua estreia no país). Estes renomados artistas internacionais unem forças com os solistas brasileiros Cristiano Alves (clarineta), Simone Leitão (piano), Daniel Guedes (violino), Jadenir Lacorte (viola), Fábio Presgrave, Hugo Pilger (cello), Flávio Gabriel (trompete e solista da OSESP), Whatson Cardozo (Clarone) e o gaúcho Ney Fialkow (piano). A Semana Internacional de Música de Câmara do Rio de Janeiro busca, por meio do seu repertório, refletir toda a variedade da música de concerto para pequenas formações através dos séculos. Com isso, o roteiro contempla de Mozart a Prokofieff, de Schumann a Guerra-Peixe, de Beethoven a Vaughan Williams, de Villa-Lobos a Luciano Berio. O encerramento do festival ocorre na Cidade das Artes com a participação da orquestra de câmara itinerante Academia Jovem Concertante. Em uma noite de concertos de duos, o repertório é composto pela Sinfonia Concertante de Mozart para violino, viola e orquestra; o Concertino de Guerra-Peixe, que é o homenageado do festival; e o Concerto para piano, trompete e cordas de Shostakovitch, uma das peças mais celebradas pelas plateias do mundo. A III Semana Internacional de Música de Câmara do Rio de Janeiro tem patrocínio master do Itaú através da Lei Rouanet, Braskem e Light através da Lei do ICMS. Estudantes Residentes Os concertos que serão realizados no dia 23 de setembro, no Teatro de Câmara da Cidade das Artes, têm um significado especial. Na ocasião, estudantes residentes irão fazer parte da orquestra. Para terem essa oportunidade e a experiência de tocar ao lado de renomados instrumentistas, os jovens músicos passaram por um processo de seleção rigoroso. As vagas foram preenchidas por um quarteto de cordas, um quinteto de sopros e um contrabaixista. A ideia do festival é evidenciar o talento de nomes promissores anualmente. Para isso, todo ano, o evento colocará em destaque um jovem músico carioca no posto de "revelação". Este ano, o oboísta Rodrigo Herculano irá tocar no concerto de abertura com músicos internacionais consagrados. Programação Didática Além dos concertos principais, os músicos internacionais também estarão presentes em workshops, concertos didáticos e masterclasses gratuitas para jovens estudantes de música. A programação didática ocupa concertos na Arena do Dicró, na Penha, e o SESI Caxias, em Duque de Caxias, com entradas gratuitas, e na Cidade das Artes, na Barra, com ingressos a R$20.00 e R$40.00. Toda a renda dos ingressos será revertida para a compra de instrumentos para projetos que têm como principal objetivo a formação de orquestra no Estado do Rio de Janeiro. O workshops e masterclasses serão realizados na Escola de Música da UFRJ.Como todo produto cultural Brasil Classical SL 21 Arts, esse é um festival carbono zero. Serão plantadas mudas de árvores pelo Instituto Nacional de Florestas para neutralizar o carbono gerado pelas atividades e traslados do festival. Exibição do filme “Pare Olhe Escute” de Kátia Lund O filme Pare Olhe Escute, dirigido por Kátia Lund, será exibido no dia 17 de setembro, às 19h40, antes do concerto de abertura do festival. O documentário mostra a rotina de jovens músicos ao realizarem o sonho de sair em turnê com a orquestra da cidade, acompanhada da pianista Simone Leitão, pelas principais salas de música do país. O filme brasileiro é produzido por Laís Bodanzky e Luiz Bolognesi, da produtora Buriti, e mostra como a música invadiu as ruas, vielas e entrou pela janela das casas dando cor e melodia a uma rotina, outrora, tão opaca, na pequena cidade de Barra Mansa, interior do Rio de Janeiro. LINKS I Semana Internacional de Música de Câmara do Rio de Janeiro https://www.youtube.com/watch?v=H4z1YgwSG7k II Semana Internacional de Música de Câmara do Rio de Janeiro https://www.youtube.com/watch?v=W4zYDG6xVbg [+] saiba mais harmo Harmonitango - Piazzolla em toda sua essência 25/09 Arte e Educação A busca por diferentes sonoridades e de novas formas de expressão: esta é a razão para a formação deste trio formado por músicos com grande experiência camerística como José Staneck, Ricardo Santoro e Sheila Zagury.   Através da fusão de seus estilos, os músicos encontram na música de Astor Piazzolla uma maneira de se expressar de forma lírica e emocionante, valorizada pela riqueza tímbrica da harmônica, do violoncelo e do piano.   A similitude da sonoridade da harmônica com o bandoneon transfere à música de Piazzolla toda a energia deste grande compositor, que se reflete em detalhes, valorizada pelos arranjos e pela execução do trio Harmonitango.   Em 2011 Astor Piazzolla completaria 90 anos de idade. Por este motivo o grupo Harmonmitango vem fazendo, desde então, uma série de concertos homenageando esse importante compositor sul americano.  [+] saiba mais vanessa Concerto de piano - Vanessa Wagner 26/09 Música Guiada por sua curiosidade natural a pianista Vanessa Wagner gosta de viajar através do vasto repertório de seu instrumento, a partir de obras escritas para composições do nosso tempo, nomeadamente as de Pascal Dusapin, que dedicou várias peças a ela como sua pianista favorita.  Com seu toque sensível e inteligente, sua personalidade discreta e sua eclética e politicamente comprometida escolhas artísticas ela é uma música notável. Vanessa Wagner estudou piano na classe de D. Merlet no Conservatório de Paris (CNSM), onde ela foi premiada com um Premier Prix com a idade de dezessete anos, antes de ir a juntar-se a classe de JF Heisser para o curso avançado. [+] saiba mais saltimbancos Os Saltimbancos Trapalhões - O Musical 26/09 a 28/09 Teatro Em 2014, a dupla de diretores de teatro musical Charles Möeller & Claudio Botelho convidam Renato Aragão e Dedé Santana para estrelarem o musical “Os Saltimbancos Trapalhões”. A ideia é imediatamente aceita por Renato, que se entusiasma em pisar em um palco de teatro pela primeira vez em sua carreira!   “Eu nunca fiz teatro na minha vida. Pisar num palco pra mim é novidade. Mas eu fiquei muito tranquilo porque serei apoiado por essa dupla, Charles Möeller & Claudio Botelho. Tenho certeza que vamos fazer uma peça que fará história!”, disse Aragão.   “Os Saltimbancos Trapalhões – O Musical” é uma adaptação de Charles Möeller para o conto “Os Músicos de Bremen”, dos irmãos Grimm, que também inspirou a peça “Os Saltimbancos” (1977) e o filme “Os Saltimbancos Trapalhões” (1981), que contaram com versões de Chico Buarque. [+] saiba mais les arts Les Arts Florissants - William Christie 17/10 Música No final do reinado de Luís XIV, as mudanças no estilo de vida aristocrático eo desenvolvimento de salões levou ao retorno da sociedade elegante de Versalhes para Paris. Este foi o início de uma nova era social e cultural: na música, isso trouxe uma evolução tanto de ambição e de formato. Embora as formas de grande escala, nomeadamente a Lyrique tragédie, permaneceram os modelos mais avançados de entretenimento da corte, uma arte mais confidencial desenvolvida, favorecendo formas mais modestas, como a sonata. No domínio da música vocal, o ar de cour tinha permanecido muito popular desde o século 16; ele foi acompanhado, no início do século 18, por um novo gênero: o cantate. Esta forma se espalhar por toda a França através de círculos musicais, onde conviveram com os mais velhos, e muito em voga, cantata italiana.  [+] saiba mais rosas CIA DE DANÇA ROSAS - 05/11 a 07/11 Dança Drumming (1998) é uma das coreografias mais fascinantes de Anne Teresa De Keersmaeker: a dança rodopiante em uma poderosa pontuação de percussão por Steve Reich. A música do minimalista Nova York também foi a sua primeira fase de execução (1982) diretriz.    [+] saiba mais ponto Presente de Vô 22/11 e 23/11 Música O repertório tem arranjos assinados pelo Pau Brasil e mistura cirandas guaranis, cantigas de ninar africanas, batuques aprendidos com avós do Vale do Jequitinhonha, aleluias misturadas a vozes indígenas, Tom Jobim, Chico Buarque, Gilberto Gil, Caetano Veloso e Milton Nascimento, canções do folclore português - ou recolhidas nas andanças antropológicas de Mário de Andrade - e músicas compostas originalmente para a trilha sonora de uma história para lá de fantasiosa que nos faz olhar, com um carinho muito especial, para a nossa herança. Foi assim que o Ponto de Partida e os Meninos de Araçuaí escolheram comemorar a trajetória de 15 anos do coro: entregando às novas e futuras gerações um legado que lhes pertence e determina e que só pode ser passado de avô para neto através de uma trilha invisível que apenas o afeto sabe percorrer... ou a fantasia! As músicas, então, alinhavam uma trama com personagens que vivem situações absurdas e divertidas acerca da perda ou do resgate das lembranças e dos sonhos. A encenação dispensa os grandes cenários, efeitos especiais e maquinarias para dar lugar ao faz de conta. Assim, se constrói basicamente com panos que ora são noivas, arco-íris, recordações e também com singelos elementos de infância. Pois não é com essa simplicidade que os meninos armam acampamentos em misteriosas florestas, enfrentam batalhas e conquistam reinos quando se colocam a brincar na sala de casa? Os figurinos visitaram os baús dos avós para deles acordar rendas, tecidos, crochês e modelagens. A luz dá um tom mágico à obra, nos levando sempre a um lugar onde tudo é possível. Com uma formação de teclado, violão, sopro e bateria, a música é toda executada ao vivo, com arranjos poderosos e uma trilha incidental que deixa tudo muito mais divertido. Depois de São Paulo, a turnê de Presente de Vô segue para São João del Rei, Juiz de Fora (MG), Curitiba, Campinas, Porto Alegre e Rio de Janeiro, em parceria com o programa Natura Musical.   Ponto de Partida é um grupo de teatro fundado em Barbacena, em 1980, por artistas que decidiram que não deixariam a cidade, mas também não aceitariam os limites da província. Assim, tornou-se uma companhia de repertório itinerante e independente com 20 profissionais em exercício permanente. Ponto de Partida criou e sistematizou métodos e processos de produção e criação e desenvolveu uma linguagem própria e uma dramaturgia brasileira que sustenta seus 34 espetáculos.   Nestes anos, a companhia trabalhou com figuras referenciais da cultura brasileira como Milton Nascimento, Fernanda Montenegro, Sérgio Britto, Paulo Gracindo, Jorge Amado, Manoel de Barros, Álvaro Apocalypse, Adélia Prado, Bartolomeu Campos de Queirós, Dori Caymmi e outros.   Fiel às suas origens de movimento cultural, atualmente o Ponto de Partida é responsável direto pela formação ou o trabalho de 323 pessoas que se dividem e se somam em suas diversas atividades e projetos, como a Bituca: Universidade de Música Popular e os Meninos de Araçuaí. Em 2014, o Grupo inaugura a Estação Ponto de Partida, no conjunto arquitetônico que abrigou a Sericícola, segunda fábrica de seda do Brasil.   Meninos de Araçuaí é um coro criado como ação complementar do trabalho educacional do Projeto Ser Criança, mantido no Vale do Jequitinhonha pelo Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento (CPCD), uma ONG que, pela excelência do seu trabalho, conquistou o reconhecimento internacional e, entre tantos prêmios, o que nomeou seu Presidente, Tião Rocha, Empreendedor Social Brasileiro, em 2007.   Há quinze anos, o Ponto de Partida assumiu o trabalho e a direção artística desse coro. Desde então, os Meninos de Araçuaí se exercitam num processo de formação permanente com o Grupo. Têm aulas de música, percussão, voz, dança e interpretação e trabalham com grandes artistas mineiros. Montaram, com o Ponto de Partida, cinco espetáculos que lotaram plateias por esse mundo afora, apresentaram-se nos espaços mais significativos do Brasil e na França, gravaram seis CDs e dois DVDs e já dividiram palcos com Gilberto Gil e Milton Nascimento que, desde Ser Minas tão Gerais, está sempre misturado às suas vidas e ao seu trabalho.   Com o dinheiro conquistado com vendas de ingressos e CDs, somado aos recursos de outros parceiros do CPCD, construíram e entregaram a Araçuaí um cinema. E alimentaram da forma mais digna possível, durante três anos, 180 famílias com alimentos arrecadados nos seus espetáculos. Também foi consequência dessa parceria,  a Casa de Morada dos Meninos, em Barbacena, para a qual alguns dos  [+] saiba mais osb OSB - Série Cidade das Artes IV 29/11 Música Realizada na Grande Sala, a “Série Cidade das Artes” da Orquestra Sinfônica Brasileira oferece grandes concertos com convidados renomados no circuito sinfônico internacional. Entre as atrações destacam-se o concerto com o maestro Claus Peter Flor; e a estreia brasileira do regente e flautista James Galway. Confira as outras atrações no site www.osb.com.br .  [+] saiba mais hamlet Hamlet 30/11 e 01/12 Teatro Englobando intrigas políticas e obsessão sexual, a reflexão filosófica e ação violenta, trágica profundidade e humor selvagem, Hamlet de Shakespeare é "poema ilimitado", um colosso na história do Inglês e a mais completa expressão do gênio de Shakespeare. Com duração de apenas duas horas e meia e em turnê de todos os países do mundo em dois anos. [+] saiba mais Imagem Projeto Interlocuções: Psicanálise e Literatura 24/01 a 26/12 Arte e Educação A proposta é ler em grupo e em voz alta, algumas versões do mito Don Juan, começando pela de Moliére (1665), para abordar, à luz da psicanálise, os temas sedução e desejo.   Livro: Moliére, "Don Juan e o convidado de pedra" (1665) Ed. L&PM pocket, tradução: Millôr Fernandes.   Todas as sextas-feiras. [+] saiba mais contação de historias Contação de Histórias 06/09 a 27/12 Arte e Educação A cada sábado novas histórias e aventuras são apresentadas pelas mediadoras da Sala de Leitura da Cidade das Artes.   Traga sua família e venha se divertir!       [+] saiba mais