Fundação Cidade das Artes

Notícias » As histórias de Augusto Pessôa

Setembro de 2013

dia 02, Segunda

As histórias de Augusto Pessôa

augustop

Neste último sábado, o autor e contador de histórias Augusto Pessôa marcou presença na Sala de Leitura da Cidade das Artes, trazendo histórias e adivinhas para o público. Os contos populares selecionados para essa tarde divertida foram “A rã e o Boi”, “João sem medo”, “Mussa”, e “O macaco e a velha”, sendo que alguns deles estão presentes nos livros publicados pelo autor: “Macacada” e “Bá e as Visagens”.

Em entrevista, Augusto diz que a experiência de contar histórias é revigorante: ”Não importa o seu estado, depois de contar histórias você se sente outra pessoa”. E foi por contar histórias que ele também passou a escrevê-las. Seu primeiro convite para escrever foi para um livro com as histórias que ele mais gostava de contar, chamado “Felizes para Sempre”. Hoje, o autor já possui 14 livros publicados.

Ele ainda não conhecia o espaço, mas achou o local maravilhoso. Disse que o público precisa conhecer melhor e aproveitar esse ambiente de cultura.

A Sala de Leitura é uma parceria da Cidade das Artes com o Rio Design. Acompanhe a nossa programação pelo site. Os eventos são gratuitos.

Demais notícias

Dezembro de 2014

dia 17
Quarta

Tônia Carrero

Maria Antonieta Porto Carrero nasceu em 23 de agosto de 1922, no Rio de Janeiro, em uma família de militares. Formada em educação física, casou-se com o artista plástico e diretor de cinema Carlos Thiré, pai de seu único filho, o ator Cecil Thiré.

[+] leia mais

Dezembro de 2014

dia 15
Segunda

Procópio Ferreira

Ator carioca, nascido em 1898, tornou-se uma das figuras mais importantes do teatro brasileiro. Seu nome é João Álvaro de Jesus Quental Ferreira.

[+] leia mais

Dezembro de 2014

dia 14
Domingo

Dercy Gonçalves

Seu nome de batismo era Dolores Costa Gonçalves. Adotou o nome artístico de Dercy Gonçalves em 1927, ao iniciar sua carreira como cantora.

[+] leia mais

Dezembro de 2014

dia 13
Sábado

Paulo Autran

Desapontado na profissão de advogado, Paulo Autran, participou de algumas peças teatrais amadoras, tendo sido convidado a estrear profissionalmente com a peça Um Deus Dormiu Lá em Casa, com direção de Adolfo Celi, no Teatro Brasileiro de Comédia. No começo relutou, afirmando não ser ator profissional.

[+] leia mais

Dezembro de 2014

dia 12
Sexta

Lygia Clarck

Lygia não parou de revolucionar desde que decidiu abandonar Belo Horizonte e sua tradicional família para estudar e se dedicar à arte. Abriu novas perspectivas para a arte contemporânea brasileira, sempre tentando superar os limites entre obra e vida.

[+] leia mais

Dezembro de 2014

dia 11
Quinta

O expressionista oriental

Kong Fang Chen nasceu em 1931, em Tung Cheng, na China. Veio morar em São Paulo com a família em 1951, naturalizando-se brasileiro em 1961.

[+] leia mais

Dezembro de 2014

dia 10
Quarta

Arquitetura urbana feita para pessoas

Pinturas que se transformam em grandes projetos unindo sensibilidade e o contexto urbano, essas são as principais características da obra do arquiteto Christian Portzamparc. Um dos maiores arquitetos da atualidade, vencedor de grandes prêmios internacionais, como o Pritzker Price, o nobel da arquitetura.

[+] leia mais

Dezembro de 2014

dia 08
Segunda

Pastoril de Natal

Pastoril é uma celebração com cantos e louvações que era realizada diante do presépio todo dia 25 de dezembro de cada ano, e também na véspera do Natal, antes da Missa do Galo. Esses cantos representam os pastores visitando o estábulo de Belém, no qual o menino Jesus nasceu, com ofertas, pedidos de benção e desejos para o ano que se aproximava.

[+] leia mais

Dezembro de 2014

dia 05
Sexta

Sergei Sergeyevich Prokofiev

Sergei Sergeyevich Prokofiev, nasceu em 1891 e pode mostrar, logo cedo, os seus dons musicais. Aos 9 anos  compôs sua primeira ópera, O Gigante, além de aberturas e peças.

[+] leia mais

Dezembro de 2014

dia 04
Quinta

Partimpim

Não se deve subestimar as crianças e, pensando nisso, Adriana Calcanhotto gravou "Adriana Partimpim" em 2004 como um projeto paralelo à sua carreira, sem quaisquer planos de shows. Esse CD já vendeu 80 mil cópias no país e o show virou febre no Rio de Janeiro, lotando os teatros Carlos Gomes e Canecão.

[+] leia mais